Como cuidar e manter seu relógio em ótimo estado

Desde o início de sua comercialização, em 1911, o relógio de pulso jamais saiu de moda. E por que um acessório cuja utilidade já foi substituída continua atravessando séculos sem dar pistas de cansaço? Porque mais que útil, relógios são charmosos, enfeitam e passam uma mensagem, dependendo do modelo de se escolhe usar.

Essa mensagem também está refletida no cuidado que se tem com o relógio. Se ele está arranhado, faltando partes ou, pior ainda, parado, demonstra pouco zelo e até certo desleixo pessoal. Além disso, a falta de cuidados pode acarretar em prejuízos desnecessários, como a perda precoce do acessório. Ainda que tenha muita qualidade e boa garantia, os relógios correm o risco de serem danificados devido ao mau uso e descuido de seu proprietário.

Quem possui o hábito de usar o acessório no dia a dia sabe como pode ser um desafio mantê-lo sem arranhões, sujeira e sempre funcionando. Por isso, ai vão algumas dicas de cuidados com seu relógio de pulso que irão protegê-lo e deixá-lo novinho por mais tempo:

 

Guarde seu relógio com cuidado

Evite deixá-lo em locais empoeirados e sem proteção.  O ideal guardá-lo sempre no estojo original. Procure um ambiente arejado, sem exposição ao sol ou à umidade.

Evite quedas e colisões

Bater em superfícies, paredes e deixar cair pode causar arranhões sérios. Além de tirar um pouco de sua beleza, esses pequenos e corriqueiros impactos podem danificar o interior do relógio, que conta com várias pecinhas pequenas e frágeis.

Tenha cuidado ao acertar as horas

Quando for ajustar o horário, retire-o do pulso. Mexer nos ponteiros enquanto o relógio ainda está no braço pode interferir em sua precisão e aumenta o risco de sujá-lo com a oleosidade do corpo.

Faça limpezas profissionais

Leve o relógio a cada três anos (em média) a uma relojoaria de confiança para limpeza e manutenção. A limpeza interna do equipamento pode influenciar, e muito, na sua durabilidade.

Evite água do mar

O sal do mar pode acelerar o processo de oxidação e corrosão do relógio, mesmo nos modelos à prova d’agua. Caso não seja possível retirá-lo ao entrar no mar, dê um banho de água doce logo em seguida.

Não exponha seu relógio a temperaturas extremas

Excessos de calor ou de frio são prejudiciais, assim como choques muito bruscos de temperatura. Esse tipo de utilização contribui para a evaporação dos lubrificantes e prejudica seu funcionamento.

Evite praticar esportes de contato portando o relógio

Os relógios de pulso acompanham a gente em diversas atividades durante o dia, no entanto, é melhor evitar usá-lo durante a prática de esportes de contato, já que uma batida mais forte pode ocasionar a quebra e outros danos.

 

 

 

 

 

15/Maio/2018 por Fernanda Grossi

Deixe um comentário

Notar por favor: comentários precisam ser aprovados antes de ser publicados. Obrigado!